#ÉsimPor120Reais

terça-feira, 22 de setembro de 2015

Então que a crise econômica/política/social está aí, ferrando com todas as classes, principalmente  as menos abastadas, que é a que me encontro. E em tempos de crise, infelizmente, a primeira medida é cortar empregos. Rolou uma dança das cadeiras lá no trabalho e até saber quem ficaria sentadinha eu não sosseguei. Felizmente para mim e infelizmente para os outros, eu fiquei. Fiquei e fui a única a ficar. De um total de 4 pessoas, 3 foram demitidas e 1, euzinha aqui, foi premiada com a permanência. Acontece que o que não nos mata ou fortalece, deixa seqüelas. Fiquei, mas não sem antes rolar um corte no meu salário. Cortaram o meu salário em 120 reais e eu achei uma puta falta de respeito.
Não é só pelos 120 reais ( mentira. É sim). É por tudo, principalmente, pq eu estou fazendo sozinha o trabalho que era dividido por 4 pessoas. E se no lugar de aumentarem, cortaram é porque não me respeitaram como pessoa e, principalmente, como profissional.
120 reais pode não ser nada para você, mas com 120 reais eu pago as pizzas do FDS. Pago metade da minha TV a cabo. Ajuda na conta de luz, que estamos caminhando para o terceiro ou quarto aumento só este ano; compro aquele perfume básico ou aquela camiseta para sair no fds. Não importa o que eu faça com esse dinheiro. Posso até não fazer nada, mas é um dinheiro meu, que sempre foi meu por direito, mas agora eu não tenho mais. E por mais que eu não concorde, que eu ache escroto e arbitrário, eu simplesmente não posso fazer nada, porque esse é o tipo de "acordo" que nenhum funcionário diz não, pq se está ruim com ele, pior sem ele. E em tempos de crise, é bom segurar a onda. De qualquer forma, fica aqui o meu desabafo. É pelos 120 reais, sim. 






Design e código feitos por Julie Duarte. A cópia total ou parcial são proibidas, assim como retirar os créditos.
Gostou desse layout? Então visite o blog Julie de batom e escolha o seu!